Translate

sexta-feira, 12 de julho de 2013

HOMENAGEM AO CABOCLO SETE MONTANHAS

 

O Protetor das Américas!

O Mistério do Caboclo Sete Montanhas da Linha de Xangô é um dos mais interessantes que já vi.
O nome "Sete Montanhas" refere-se a toda cadeia de montanhas das Américas, como a Cordilheira dos Andes
, o Grand Canyon, a Serra Gaúcha, a Serra da Mantiqueira, entre outras... E também ao número cabalístico "sete".
Pense bem, se você subir ao alto de uma montanha conseguirá visualizar ao longe toda a planície
e sua formações. Agora, imagine, subir em "sete montanhas", o quanto você poderá visualizar...





Mas também, não é só de visualizações que estamos falando, mas de sentir a atmosfera, o relevo,
a vegetação e tudo o que nos cerca. E é esse o mistério que envolve o Caboclo Sete Montanhas e a
abrangência de seu nome!
Esse xamã viveu no século XIV, na região de Yucatán. Ele é descendente dos maias e preservou seus
costumes enquanto liderou seu povo como xamã-chefe. Os maias eram exímios escultores,
excelentes matemáticos, escribas inteligentes e sábios astrônomos. Suas análises do clima,
dos movimentos planetários, das mudanças geográficas, perduram até hoje e surpreendem
pela lógica e exatidão! Eles viviam em pirâmides, construídas em platôs, ou casas de pedras.
Cultuavam o Sol e a Lua, falavam de povos que habitavam as estrelas e acreditavam na imortalidade do espírito.
Confeccionavam objetos e utensílios domésticos com extrema habilidade.
O Chefe Cacique Yulkawin cumpriu sua missão de condutor da raça maia antes da ocupação espanhola.
Avisou aos seus filhos que viria um conquistador de terras longínquas, em busca das riquezas de suas
terras e que eles estivessem preparados para lutar ou para fugir. Viveu 110 anos em paz com seu povo e
sua raça e quando estava para desencarnar subiu ao morro mais alto para seu espírito repousar.
Foi assim que Yulkawin tornou-se "Sete Montanhas" e carregou consigo todo o mistério de seu povo.
Ele tornou-se o Protetor de toda a raça indígena das Américas e acompanhou com tristeza
o extermínio de muitas tribos. Até hoje, esse Caboclo chora, ao contar o que seu espírito viu,
após a chegada do homem branco..

Nenhum comentário:

Postar um comentário